ÁREA DO ASSOCIADO

15/06/2016

Aumento das vendas de março para abril foi circunstancial, diz presidente da ACSP



Para o presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), o desempenho do varejo nacional em abril, divulgado hoje pelo IBGE, indica o aprofundamento da crise no setor nos quatro primeiros meses do ano.

“Apesar da ligeira alta na variação mensal, percebem-se quedas seguidas na comparação com 2015, neste quadrimestre, realçando que o comércio varejista em 2016 está pior do que no ano passado”, diz Burti.

Ele acrescenta que a variação positiva em abril ante março foi menor do que os especialistas previam e, sobretudo, circunstancial. “Março foi uma base de comparação fraca em decorrência do feriado da Páscoa. Com isso, as vendas de abril tiveram mais espaço para crescer sobre o mês anterior. Em outras palavras, o aumento foi meramente circunstancial, provocado pelo efeito-calendário”, afirma o presidente da ACSP.

Por fim, Burti observa que os índices de confiança indicam leve melhora na percepção do consumidor, o que sinaliza para quedas menores do varejo nos próximos meses. 

Fonte:ACSP

tags: Vendas, ACSP, Facesp, Indice



voltar