ÁREA DO ASSOCIADO

13/07/2016

Maio é o pior mês para o comércio brasileiro em 12 meses, ressalta ACSP



O presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação da Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Alencar Burti, comenta os resultados do varejo nacional em maio, informados hoje pelo IBGE.

“Maio deve ser o pior mês para o comércio brasileiro em 12 meses: até agora foi uma queda livre. Nossa expectativa é de desaceleração gradativa do ritmo de queda no segundo semestre, em direção a um equilíbrio. Mas o resultado acumulado de 2016 ainda ficará no campo negativo”, afirma Burti.  

Ele lembra que o resultado negativo de maio se deve ao desemprego alto, ao crédito mais caro e de difícil acesso e à falta de confiança do consumidor. “Conforme avance a implementação efetiva do ajuste fiscal - mesmo que gradativa – os juros serão reduzidos e a retomada da confiança dos empresários e dos cidadãos vai ocorrer”.

O presidente da ACSP complementa que a mobilidade de datas móveis pode ter contribuído para os números de maio. Em 2016, o feriado prolongado de Corpus Christi caiu em maio, prejudicando o comércio; no ano passado, essa data comemorativa foi em junho.

Para Burti, junho pode ser um pouco melhor para o varejo por conta do frio intenso em algumas regiões, que deve ter impulsionado alguns setores. 

Fonte:ACSP

tags: vendas maio, facesp, acsp, acira, ibge vendas, porcentual vendas maio



voltar